Arquivo da categoria: poemas no ônibus e no trem

poemas no ônibus e no trem

teve poema selecionado na edição 2018 do concurso poemas nos ônibus e no trem; é o décimo ano, desde 1999, que escolhem algum trabalho meu neste certame.

o poema escolhido, dessa vez, integra o “honkyoku”, meu próximo livro de poesia.

diz assim:

o silencio da tarde

a comissão julgadora foi composta pedro gonzaga, maria do carmo campos e vinicius brum.

os poemas serão veiculados, nos ônibus e trens da capital, juntamente com poemas convidados, a partir do segundo semestre de 2019.

o tal concurso é uma vitrina legal, à medida que aproximadamente 1 milhão de passageiros têm acesso à leitura de poemas fixados nas janelas dos ônibus e trens diariamente em porto alegre.

legal, né?


poema selecionado em concurso nacional

muito, mas muito feliz – e um tanto quanto exibido, se me permitem – pela notícia dando conta que meu poema “sobre peixes, poças e calçadas” foi selecionado no concurso “poemas no ônibus e no trem”, promovido pela prefeitura de porto alegre – hoje, seguramente, um dos concursos de poesia mais importantes do país.

muuuuuuuuuuuuuuito feliz pelo prêmio, claro, – o 14º de minha breve carreira literária, e o 7º neste concurso – mas, principalmente, porque ser selecionado no “poemas no ônibus e no trem” é sinônimo de leitura certa, haja vista a galera que transita todos os dias nos coletivos de porto alegre e região, via trem.

confiram aqui todos os selecionados por aqui.

poema1

Premio


mundo-pastel premiado e no jornal

para registro: a 22 de agosto, o jornal gazeta do sul, de santa cruz do sul, publicou nota dando conta que uma dos poemas do “quase coisa” – mundo-pastel – havia sido premiado na edição 2015 do concurso “poemas no ônibus e no trem”, promovido pela prefeitura de porto alegre.

e eu fiquei bem faceiro, claro.

quase coisa1

poema


%d blogueiros gostam disto: