Arquivo do mês: setembro 2019

momento feira do livro

Lançamento feira do Livro de Santa Cruz do Sul

 


exibimentos

vez que outra, as deferências que recebo – são pouco mais de duas dezenas, agora – fazem-me acreditar que minha poesia tem alguma relevância.

é o que sugere e-mail que recebi ontem, do departamento de cultura do sindicato dos trabalhadores do judiciário federal e do ministério público da união, o sintrajufe/rs, dizendo que um poema de minha lavra – “morte anunciada” – foi selecionado ao 15º concurso literário mario quintana, por eles promovido todos os anos.

“morte anunciada” integra o livro que estou preparando para 2020; que, de certa forma, vai representar uma espécie de marco conceitual na minha produção estética.

(quem viver, verá; estejam preparados.)

significa, de saída, que estou dentro; que meu poema integrará coletânea por eles promovida e que resta, agora, saber em que lugar ficarei – 1º, 2º, 3º ou menção honrosa, o que só saberei dia 18 de outubro, em solenidade na sede do sintrajufe/rs, em porto alegre.

mas o que importa, mesmo, vamos combinar, é a obra, e onde ela pode chegar tendo sido selecionada.

sim, sou poeta. e insisto.

Morte anunciada


%d blogueiros gostam disto: